Robert Frank e Agência Magnum são temas de mostras em SP

Exposições são realizadas no IMS e na Fiesp até dezembro

Publicado em 02/10/2017
foto de Robert Frank da série The Americans

A Avenida Paulista é o epicentro da fotografia em São Paulo. Enquanto o recém-inaugurado Instituto Moreira Salles (IMS) traz uma exposição do histórico fotógrafo Robert Frank, a Galeria de Fotos do Centro Cultural Fiesp abre sua quarta mostra, Retratos, Diálogos de Identidade, com seis veteranos da Agência Magnum, célebre cooperativa criada há 70 anos por Cartier-Bresson e Robert Capa: Elliott Erwitt, Bruce Gilden, Martin Parr, Paolo Pellegrin, Philippe Halsman e Steve McCurry. 

O que encontrar na Galeria da Fiesp

Marilyn Monroe por Philippe Halsman da série Jump

Pela primeira vez no Brasil será exibida parte da histórica série Jump, do norte-americano de origem russa Philippe Halsman (1906-1979). As 178 fotos mostram celebridades como Marilyn Monroe, Grace Kelly e até a recatada Olivia de Havilland pulando. Esse tipo de humor é replicado no trabalho do inglês Martin Parr, de 65 anos, que conserva aspectos da tradição surrealista e também pode ser visto na Fiesp.

Já o italiano Paolo Pellegrin, de 53 anos, na Magnum desde 2005 e conhecido por fotografar áreas de conflito (como Kosovo e Líbano), está representado na mostra por uma série de retratos intimistas de celebridades hollywoodianas, como Leonardo DiCaprio, Kate Winslet e Sean Penn.

E Steve McCurry, famoso por sua foto da menina afegã publicada pela National Geographic em 1984, comparece com uma série de retratos feitos em lugares remotos do Afeganistão, Mali, Paquistão e Tibete.

Robert Frank no Instituto Moreira Salles

Foto de Robert Frank em The Americans

Já o IMS apresenta a sua primeira grande exposição com fotos do mítico fotógrafo suíço Robert Frank, com a curadoria de Samuel Titan Jr. e Sergio Burgi. A exposição revela, além de 83 fotos da série The Americans - pertencentes ao acervo da Maison Européenne de la Photographie de Paris -, Os livros e os Filmes, projeto desenvolvido em parceria com o editor Gerhard Steidl. 

Robert Frank nasceu em 1924 em Zurique, na Suíça. Em 1946 criou seu primeiro livro de imagens, intitulado 40 fotos. No ano seguinte emigrou para os Estados Unidos, onde colaborou como fotógrafo em revistas como Harper’s Bazaar, Life, Look e Vogue. Em 1948 viajou pelas Américas Central e do Sul, percorrendo extensivamente o Peru - dos Andes à Amazônia - incluindo uma rápida incursão a Manaus. 

Em 1949 editou e produziu um pequeno livro sobre o Peru, material que seria publicado ao longo da década de 1950 por Robert Delpire, que viria a ser o primeiro editor da série The Americans. Em 1959, o livro - um clássico da fotografia mundial - foi publicado nos EUA pela Grove Press. A edição americana trazia apenas um texto introdutório de Jack Kerouac. 

Dessa primeira versão, revisada e reeditada por Frank em 2008 com seu editor, Gerhard Steidl, resulta a edição brasileira do livro Os Americanos, lançada pelo IMS conjuntamente com a exposição.

Serviço: A exposição Retratos, Diálogos de Identidade se estende até 27 de dezembro, na Galeria de Fotos do Centro Cultural Fiesp, das 10 às 20h, com entrada gratuita. Já Os Americanos + Os livros e os Filmes de Robert Frank vai até 20 de dezembro no IMS, aberto de terça a domingo, das 10h às 20h, e, às quintas, das 10h às 22h, também com entrada gratuita.

Fotos: Reprodução/Philippe Halsman/Robert Frank